Bater em mulher é crime sim

Réus não poderão mais argumentar “legítima defesa da honra” para justificar crimes contra a mulher em ações criminais.

O STF (Supremo Tribunal Federal) atendeu uma ação movida pelo PDT e decidiu que essa tese é inconstitucional e não poderá mais ser usada nos tribunais.

Parece medieval, mas, grosseiramente falando, trata-se de um argumento previsto na legislação brasileira que permitia ao marido ou companheiro “tirar a vida da mulher para lavar sua honra com sangue”, em casos de traição. A tentativa de atenuar esse tipo de condenação sempre foi uma tática corriqueira utilizada nos tribunais pelos advogados de defesa dos agressores.

Nunca aceitaremos benefícios a criminosos, principalmente, agressores/feminicidas. Praticar violência contra a mulher é crime, sim. Lugar de bandido é na cadeia.

  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Twitter Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • Ícone do Youtube Preto